Oficina ( QI GONG Ba Duan Jin ) HARMONIZE SUA SAÚDE EM 8 TERAPIAS

NÃO PERCA ESTA OPORTUNIDADE DE APRENDER UMA TÉCNICA BASEADA NA MEDICINA TRADICIONAL CHINESA APLICADA PARA A SAÚDE E O BEM-ESTAR!

A Oficina será ofertada contemplando parte teórica e prática, com apostila e certificado, incluso também coffee break.

Qi gong ou Chi Kung é uma prática chinesa milenar conhecida como a arte de cultivar energia vital para que circule de maneira adequada e harmoniosa através de nosso organismo. Trata-se de uma grande diversidade de técnicas que incluem a mente, o exercício físico e a respiração para favorecer estados de calma, tonificar o corpo e gerar o bem-estar em qualquer idade, possibilitando a homeostase.

Esta prática combina movimentos lentos, posturas estáticas, exercícios de respiração e concentração. Geralmente, se baseia em repetições de conjuntos de movimentos muito precisos, projetados especificamente para beneficiar a saúde em diferentes níveis. De fato, se for realizado regularmente, alguns benefícios podem ser experimentados imediatamente.

  • Reduz o estresse
  • melhora da concentração
  • melhora da postura e flexibilidade corporal 
  • aumento da vitalidade
  • equilíbrio das emoções

*Oficina para todos os níveis, não se faz necessário ter tido uma experiência anterior.

BONUS: COACHING de 1 mês para aperfeiçoamento da prática, ofertado na semana subsequente ao curso, com carga horária de 1h uma vez na semana, com horários disponíveis as terças 7h, sextas 13h e 19:15h no Studio Alquimia Interior, o aluno deve escolher entre um dos horários citados.

Anúncios

DO IN – “Despertar a memória “ ou bater na Almofada de Jade

O que é o DO-IN?
Entre as práticas da Medicina Tradicional Chinesa, destaca-se o DO IN como o mais simples e acessível método para a autoconsciência, a saúde e o crescimento pessoal. Através do gesto espontâneo de se tocar (automassagem), desenvolvemos o autoconhecimento que lhe permite desfazer o “lay-outs” desarmônicos da saúde, e o praticante torna-se mais consciente de suas energias em desequilíbrio, e aprende a redirecioná-las para o seu padrão natural de expressão harmônica promovendo a saúde e o bem-estar, investindo-as em seu próprio processo evolutivo e de automestria.

  • Alguns dos Benefícios:
    Auxilia a curar pequenas dores;
  • ajuda a manter o equilíbrio e o fluxo da energia;
  • eliminação do cansaço causado pelas pequenas dores;
  • elimina o estresse;
  • vitalidade física
  • redução dos sintomas da TPM;
  • promoção da saúde e o bem-estar.

“Despertar a memória “ ou bater na Almofada de Jade

Dedos indicadores das mãos bater o tambor celeste, ressoando vinte e quatro vezes.
Isso irá gerar um som de bateria na cavidade cerebral. Este exercício é comumente chamado “ming tian gu” (鳴 天 鼓), que significa “soar o tambor celestial”.com os dois dedos ao mesmo tempo, ou alterne os dedos.

A almofada de jade (yu zhen, 玉 枕) é o nome de uma cavidade localizada na parte de trás cabeça sob a saliência do osso na altura da protuberância occipital.

Quando você fizer este exercício, não deixe seu dedo anular mindinhos tocarem sua cabeça, pois isso abafará o som. Concentre-se no som e deixe que cada batida traga sua atenção mais completa às vibrações no crânio e no cérebro. Batendo o tambor limpa o mente e mantem você mais consciente. Quando você terminar e tire as mãos dos ouvidos, você se sentirá mais perceptível, mais atento e tudo parecerá mais claro.

Obs.: Esta é uma das práticas utilizada, para preparar o corpo e a mente nas aulas de Tai Chi Chuan e Chi Kung do Studio Alquimia Interior.

 

Texto adaptado: Mozart Santos
Instrutor de Tai Chi Chuan e Qi Gong e Autodidata em DO-IN e Medicina Tradicional Chinesa

Baixe aqui a versão em PDF  clique -> DO IN – Despertar a memoria (Studio Alquimia Interior)

Qi Gong ou Chi Kung – Força Interior

 

Qi Gong ou Chi Kung – O desenvolvimento da força interior.

 

Sem a força interior, não podemos desenvolver nem mesmo uma boa saúde. Assim sendo o Tai Chi Chuan se degenera para apenas uma demonstração coreográfica e perde sua essência do cultivo da energia vital proporcionada pela prática do Qi Gong.

 

O Qi Gong que literalmente significa “Cultivo da Energia Vital”, é um termo abrangente que se refere a centenas de treinamentos que desenvolvem a energia cósmica para diversas finalidades, principalmente relativas à saúde, o bem-estar, à eficiência em combate, à expansão de consciência e metafísica.

Em resumo, sem Qi gong não temos energia e vitalidade para vivenciar o verdadeiro Tai Chi Chuan.

Texto adaptado: Mozart Santos 》》》Studio Alquimia Interior

Autodesenvolvimento, Automestria e Longevidade!

 

#studioalquimiainterior #praticasorientais #qigong #qigonghealing #chikung #taichichuan #taijiquan #marcial #terapeutico #saudebemestar #saude #porpessoasmelhores #.inspirise

 

“Existe na natureza uma energia criativa, dois sopros distintos:

Dois em Um
“Existe na natureza uma energia criativa, dois sopros distintos: o yin e o yang, que num movimento pulsante se unem fazendo surgir todas as coisas, inclusive o ser humano. Este sopro de energia vital doado pelo céu e pela terra constitui-se no que possuímos de verdadeiro e original. Não dar atenção a essa energia é não dar importância à vida.

No macrocosmos, a energia do céu e da terra se unem diariamente.
O homem é o microcosmos, o céu fica na nossa cabeça e o baixo ventre é a nossa terra.
Quando relaxamos, o sol na nossa cabeça desce e ilumina a nossa terra:
Isso é a união do yin e do yang no homem. Essa união gera em nosso corpo nova energia.

O Tai Chi Chuan é uma prática do sentimento de amor, pois segue os princípios da natureza. Observe o movimento de rotação da terra.
É como se a terra estivesse fazendo o Tai Chi Chuan, renovando o ar, impregnando novo frescor a todas as coisas, pois a maior virtude da natureza é fazer nascer vida nova.
O ser humano pertence à natureza.
Se praticarmos o Tai Chi Chuan diariamente, cultivamos a nossa energia criadora.”
– Mestre Liu Pai Lin

Desenvolvimento Consciente

As palavras desenvolvimento consciente vêm juntas; se você não pode manter a presença da mente, como pode se desenvolver? Manter conscientemente a presença da mente é nutrir sua natureza. Antes de seu despertar, é essencial nutri-la conscientemente; mas depois de desperta, é essencial examiná-la introspectivamente. Idéias subjetivas devem ser superadas, e assim que o são, nutrir a consciência torna-se novamente essencial. 

Aplique essa seqüência sucessivamente, sem permitir qualquer interrupção.
Manter a presença da mente não é questão de usar esforço para mantê-la. Simplesmente seja puro, tendo o mínimo possível de desejos – isso é manter a presença da mente.
Devemos perceber que esta mente vem quando estamos conscientes, e se vai quando não o estamos. Como lograr estar sempre consciente, de modo que a mente não se afaste? Mas isto é somente uma questão de familiaridade. Tenho visto pássaros selvagens sendo capturados; não são aves domésticas, mas porque se acostumaram e se familiarizaram, não partem, mesmo se incitados a isto. Nossa mente está aqui, em nosso próprio coração – se desenvolvermos familiaridade com nossa mente, haverá alguma razão para temer perdê-la?

Mestre Zhu disse: “o trabalho de nutrir o fundamental é interrompido muito facilmente. Todavia, tão logo você percebe a interrupção, este é o ponto de retomada. Se concentre em trazer a mente de volta o tempo todo, momento a momento, até haver espontânea continuidade, transformando tudo numa mesma unidade”.
Aqueles nos quais vitalidade, energia e espírito têm nutrição e florescimento adequados, viverão; aqueles que os perdem, morrerão. Tente examinar isso no curso de um dia – quanto de nutrição adequada e quanto de dispersão e perda eles realizam? Nessas condições, você será capaz de saber sobre a vida e a morte, sem emprego das artes divinatórias.

A obra do Caminho requer grande intimidade com cada dia que passa, com cada hora que se vai. Desse modo, você vai desenvolvendo uma familiaridade espontânea, se unificando no Caminho.

Fonte: meditação Taoista

Tai Chi Chuan é vida saudável 

O processo da prática do Tai Chi Chuan dará às pessoas a possibilidades de levarem vida saudável, livres de doenças, prolongando os seus dias de vida e oferecendo outros benefícios, como seja: a saúde psicológica, o cultivo moral, o melhoramento do comportamento, o estabelecimento de uma verdadeira integridade, uma ajuda a si próprio e os outros, o estabelecimento do nível da própria dignidade; autocontrole, autocompostura, e o estabelecimento de uma filosofia otimista para com a sociedade humana. A pessoa torna-se delicada e ao mesmo tempo firme. Isto quer dizer que ela conquistou uma boa realização de sua firmeza central. 

– Grão Mestre Dr. Wu Chao Hsiang

O velho e bom hábito de um bate-papo pode curar doenças psicossomáticas


Hoje, muitas doenças são consideradas psicossomáticas. Analisando o que é esse “psicossomático”, conclui-se que nada mais é que um caminho de energias perversas, que desequilibram o Yang e o Yin do meridiano do corpo, gerando patologias.
Existem síndromes do pânico, depressões, dores polineuríticas, fibromialgias que, no fundo, são todas as não-realizações pessoais. É uma forma de desequilíbrio energético. É a falta, muitas vezes, daquele hábito antigo, de quando as pessoas colocavam a cadeira na calçada e ali faziam sua terapia, batiam papo, jogavam fora suas neuroses, seus problemas. Hoje, por falta de confiabilidade, por medo da “fofoca”, por decepção, por falta de amigos, realmente o ser humano está cada vez mais embutido em suas frustrações, essa energia perversa é descarregada para dentro do próprio organismo, causando, assim, todas as doenças psicossomáticas.

Estuda-se muito o indivíduo isoladamente, esquecendo-se dele como um todo inserido no meio em que vive. A farmacopéia brasileira é muito grande e a farmacologia se aproveita dela, fazendo remédios biossintéticos, cujos efei- tos colaterais, às vezes, são muito maiores que seus efeitos benéficos. Ao contrário, a medicina natural tenta analisar o indivíduo dentro do meio em que vive. O bom terapeuta deve ter presente essa importante noção, não esquecendo de que vai tratar o indivíduo como um todo, não simplesmente sua única e “dita” doença. Como o mecânico, que tira a sujeira do carburador, sem desmontá-lo, faz ajuste de válvulas, aperta as correias e troca as velas, para que o carro fique balanceado por igual.

Fonte: Auriculoterapia – Walter Douglas